...

Novo relatório reforça que 2023 deve ser o ano mais quente da história

Um novo relatório do serviço de mudanças climáticas da União Europeia, o Copernicus, reforçou nesta quarta-feira (06) que 2023 será o ano mais quente já registrado. A temperatura média global nos primeiros 11 meses do ano atingiu o nível mais alto da história, ficando 1,46°C acima da média de 1850-1900.

A temperatura no período de janeiro a novembro foi 0,13°C superior à média do mesmo período de 2016, o ano mais quente já registrado, informou o Copernicus.

Novembro de 2023 foi o novembro mais quente já registrado, com uma temperatura média global de 14,22°C, 0,85°C acima da média de novembro de 1991-2020. A temperatura também supera em 0,32°C o novembro mais quente anterior, em 2020.

“Este ano já teve seis meses de recordes e duas temporadas recordes. As extraordinárias temperaturas globais de novembro, incluindo dois dias mais quentes do que 2ºC acima da pré-industrial, significam que 2023 é o ano mais quente já registrado na história”, disse a vice-diretora do Copernicus, Samantha Burgess.

“Enquanto as concentrações de gases com efeito de estufa continuarem a aumentar, não podemos esperar resultados diferentes dos observados este ano. A temperatura continuará a aumentar”, acrescentou o diretor do Copernicus, Carlo Buontempo.

A União Europeia tem uma das metas ambientais mais ambiciosas dentre os países ricos, de reduzir as emissões de carbono em 55% até 2030 em relação aos níveis de 1990.

*Por CNN com informações da Reuters

Veja também:

Cigarro eletrônico: Anvisa aprova consulta pública sobre proibição do dispositivo no Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Recentes

Leia Também

Estudo da OCDE analisa criatividade de estudantes em 64 países

Partindo do princípio de que o pensamento criativo é...

Monica Nitz lança curta-metragem nesta quinta-feira (6)

ChatGPT A artista plástica e documentarista Monica Nitz lança seu...

Maldito ex: livro revela os dois lados da moeda

Maldito Ex, a sequência de Querido Ex, coloca em...
g