sábado, 25 de maio de 2024

Intervenção urbana na Praia de Camburi faz alerta para as mortes no trânsito

Quem passa pela Praia de Camburi, em Vitória, se depara com uma cena inusitada: muitas cruzes fixadas na areia da praia, mais precisamente 543. O número representa a quantidade de mortes no trânsito no Espírito Santo de janeiro a agosto deste ano.

A intervenção urbana é realizada pelo Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran-ES) e faz parte das atividades realizadas durante a Semana Nacional de Trânsito (SNT).

Além das cruzes, foi colocado também uma espécie de “tambor” com itens que, pelo seu uso ou falta do uso, podem ter sido as causas dos acidentes que ocasionaram a perda dessas vidas, como cadeirinha, bebidas alcoólicas, celular, excesso de velocidade, entre outros.

Foto: Divulgação

O objetivo principal é sensibilizar a sociedade, levá-la a uma reflexão sobre as escolhas que são feitas no trânsito e, dessa forma, dar um basta nas mortes no trânsito. A ação segue até esta quinta-feira (28).

 

Dados

De acordo com o relatório do Observatório de Segurança Pública do Espírito Santo, 543 pessoas morreram no Estado em decorrência de acidentes em vias urbanas e rurais, nos sete primeiros meses deste ano. Desse total, 263 são motociclistas. Além disso, os dados mostram que os municípios da Serra, Vila Velha, Linhares, São Mateus e Colatina lideram este ranking.

O diretor-geral do Detran-ES, Givaldo Vieira, salientou que, alinhada ao tema da campanha da Semana Nacional de Trânsito, esta intervenção procura mostrar para a sociedade capixaba que passar pelo local, e também por meio da repercussão nos veículos de imprensa, o quão importante são as nossas escolhas no trânsito.

“A escolha errada é a responsável pela maioria dessas mortes. Sejam escolhas feitas por quem estava conduzindo um veículo, que não obedeceu aos limites de velocidade, ou a escolha do pedestre, que optou por não usar a faixa. Não adianta mudar regras de trânsito, melhorar tecnologia de segurança dos automóveis, investimentos em sinalização, fiscalização e educação no trânsito. São as escolhas, a conduta humana, os determinantes no trânsito”, afirmou Givaldo Vieira.

Ele ressaltou ainda que o perfil de vítimas fatais aponta que cerca de 57% estão na faixa etária entre 15 e 44 anos. “São jovens que estão perdendo suas vidas no trânsito. Homens e mulheres, filhos, irmãos, pais de família. Estamos aqui fazendo um apelo pela preservação da vida”, pontuou o diretor do Detran-ES.

A intervenção urbana na Praia de Camburi está localizada na altura do Clube dos Oficiais. Perto das cruzes e dos itens relacionados ao trânsito, está afixado um totem explicativo que a pessoa pode acessar, por meio de um leitor de QR Code, com o vídeo da campanha publicitária do Detran-ES sobre a Semana Nacional de Trânsito, que tem como tema “No trânsito, escolha a vida”.

Semana Nacional de Trânsito

Com previsão estabelecida por meio do Código de Trânsito Brasileiro (CBT), a Semana Nacional de Trânsito acontece anualmente no período compreendido entre 18 e 25 de setembro. O objetivo da Semana é conscientizar a sociedade, com vistas à internalização de valores que contribuam para a criação de um ambiente favorável ao entendimento de seu compromisso com a “valorização da vida”, focando no desenvolvimento de valores, posturas e atitudes, no sentido de garantir o direito de ir e vir dos cidadãos.

Leia também: 

Violência contra a mulher: aplicativo para denúncias é lançado na Ufes

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe

Recentes

Leia Também

g