sábado, 18 de maio de 2024

Cesta de itens básicos ficou 1,33% mais barata em Vitória, de acordo com o Procon

Moradores de Vitória começam a semana com uma excelente notícia: a nova pesquisa de preços dos produtos considerados essenciais para as famílias da cidade revelou uma redução de -1,33% em relação ao mês anterior. O levantamento foi conduzido pelo Procon municipal entre os dias 25 e 29 de abril, abrangendo 65 itens de alimentação, limpeza doméstica e higiene pessoal, em nove estabelecimentos da região.

Diversos produtos de uso cotidiano apresentaram queda significativa nos preços, incluindo:

Ovos (-32,07%)

Margarina (-22,16%)

Batata (-20,04%)

Laranja (-16%)

Apresuntado (-15,74%)

Alho (-12,37%)

Queijo (-11,80%)

Feijão (-11,57%)

Papel Higiênico (-6,74%)

Óleo de soja (-2,35%)

Além disso, houve reduções expressivas nos preços da esponja de cozinha (-40,85%) e do atum enlatado (-30,87%). Contudo, alguns itens como molho de tomate (60,61%), cebola (56,94%), cenoura (-37,42%), mamão hawaí (36,42%) e banana prata (33,44%) registraram aumento, impedindo uma queda maior no custo da cesta básica.

É importante destacar que alguns produtos como arroz, leite, azeite, carne bovina (acém sem osso), filé de frango e pão mantiveram seus preços em relação ao mês anterior. Já o óleo de canola teve um leve aumento de 0,10%, enquanto a carne de porco (carré) apresentou redução de 0,57%.

A pesquisa também revelou grandes variações de preços entre estabelecimentos para produtos idênticos, chegando a ultrapassar 100% em alguns casos, como no maço da salsinha (variação de 262,73%), quilo da banana prata (variação de 173,18%) e sachê do molho de tomate (variação de 138,36%).

A secretária de Cidadania, Direitos Humanos e Trabalho, Flávia Alves Simões, enfatizou a importância de os consumidores utilizarem essas informações para economizar em suas compras. Ela ressaltou que o comprometimento do salário mínimo na compra dos 65 itens essenciais diminuiu ligeiramente de um mês para outro, passando de 51,76% para 51,08%.

O Procon Vitória ressalta que os preços estão sujeitos a variações devido a descontos ou reajustes comerciais, e que lojas da mesma rede podem praticar valores diferentes.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Bruna Jureves
Bruna Jureves
Jornalista, estudante de Letras e entusiasta da língua portuguesa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe

Recentes

Leia Também

Após troca do comando da Petrobrás, dólar fecha em pequena alta

No dia seguinte à demissão de Jean Paul Prates...

Após divisão no Copom dólar sobe para R$ 5,14

Um dia após o Comitê de Política Monetária (Copom)...

Presidente do BNDES alerta para mudanças nos combustíveis para navegação e aviação

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e...

País vai importar arroz para evitar especulação de preços

Para evitar uma possível escalada no preço arroz, a...
g