sábado, 18 de maio de 2024

Curta capixaba sobre o Morro da Garrafa é o vencedor da Mostra MC.Arte 2023

O curta metragem capixaba “Coletivando”, de Bernardo Leitão, foi o grande vencedor da mostra MC.Arte 2023. O filme se passa na comunidade do Morro da Garrafa, em Vitória, e mostra a emocionante e inspiradora jornada de uma iniciativa de artistas que uniram sua força e diversidade para promover uma mudança no cenário local.

Em segundo lugar ficou o documentário “Álbum de Família”, de Milena Rocha, do Piauí. E em terceiro lugar, “Raone”, de Camila Santana, um filme de São Paulo. Os três receberão premiação em dinheiro.

As obras foram selecionadas por meio do edital do MC.Projeta, aberto no primeiro semestre de 2023 pelo Movimento Cidade, que realiza diversas ações culturais pelo Brasil, desde 2018 e também é responsável pelo Festival MC.

As oito obras que estavam em disputa ficaram disponíveis na plataforma de streaming do Movimento Cidade, a MC.ON. Ao todo, foram mais de 300 produções inscritas de todas as regiões do país. Elas passaram por uma curadoria, que resultou nas oito finalistas. O objetivo era que as obras representassem a diversidade estética e de linguagem, variando os gêneros entre ficção, animação, documentário e experimental.

Intervenções em bairros da Serra

Além dos filmes, o MC.Arte também se expande às ruas realizando intervenções artísticas em diversas comunidades. E nesta edição, durante o mês de novembro, o município da Serra foi o escolhido para receber as artes realizadas por 12 artistas capixabas.

Eles foram selecionados por meio da curadoria do artista e coordenador artístico e pedagógico Handerson Chic – a partir de um universo de mais de 90 inscrições. São eles: Amanda Lobos, Camz, Sklu, GraziFe, Lia, Luhan Gaba, Lu Bicalho, Musca, Nico, Rubiana Lírio, Walliston Zaki e Basi.

Nesta edição, o foco foi selecionar grafiteiros da cena capixaba, que se destacam em seus diferentes estilos de expressão. O intuito foi resgatar memórias afetividades do povo daquela região, para contar suas histórias. Cada desenho, pessoa, forma, objeto, palavra e cor escolhidos representam a cultura do território, firmando conexões entre as gerações, que se eternizam nas cidades.

As comunidades selecionadas para receber as intervenções artísticas foram: Bicanga, o grafite será na sede e no muro do campo de futebol; Balneário Carapebus, no CMEI Maria Nepomuceno Dallabernardina; São Geraldo, no muro do campo de futebol; Cidade Continental – Setor África, na creche Vovó Enadina Porciliana de Almeida; Cidade Continental – Setor Ásia, na Escola Chico Mendes; Cidade Continental – Setor Oceania, na Escola Zumbi dos Palmares; Cidade Continental – Setor América, no muro do campo de futebol do América; Cidade Continental – Setor Europa, no CEMEI Espaço Feliz; São Diogo, no muro da Associação, de frente para a praça; Praia de Carapebus, o grafite será no muro da praça; e no Jardim Limoeiro, na creche Penelope.

Oficinas para alunos da rede municipal

Em duas semanas de novembro, vão ocorrer duas oficinas de graffiti em escolas da Serra. Na última semana, entre os dias 13 a 17 de novembro, a escola EEEFM Francisco Alves Mendes, em Lagoa de Carapebus, recebeu o MC.Arte.

Já de 20 a 24 de novembro, será a vez da escola EEEFM Zumbi dos Palmares, na Cidade Continental – Setor Oceania, que ganhará uma oficina de arte urbana, em horários ainda a serem confirmados.

Em cada um dos dias das oficinas, os alunos terão contato com a técnica do graffiti e poderão buscar a sua própria maneira de se expressar por meio da arte. O professor será Handerson Chic, que promete promover a expressão criativa e a consciência artística entre os participantes. Ao final do curso, os participantes receberão um certificado de conclusão.

Veja também:

Sambas do Grupo Especial do Carnaval de Vitória 2024 chegam ao streaming; confira

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe

Recentes

Leia Também

Oficinas gratuitas e festa marcam o aniversário de 9 anos da Sarau da Barão

Estão abertas as inscrições para as oficinas literárias que...

Projeto capixaba de videodança será lançado no YouTube

O projeto de videodança “Sonhava, eu, vivamente”, nesta sexta...
g