sábado, 18 de maio de 2024

Instituto abre vagas para bolsistas com remuneração de R$ 3,5 mil

As oportunidades são para atuação no Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN). O edital lançado na sexta-feira (26), conta com três vagas para profissionais e pesquisadores de nível superior, com remuneração mensal de R$ 3,5 mil. As inscrições seguem até o dia 06 de fevereiro.

Os bolsistas selecionados atuarão no projeto de pesquisa Análise do Programa Capixaba de Mudanças Climáticas. Os candidatos interessados devem ter mestrado ou graduação com, no mínimo, quatro anos de experiência, nas áreas de Agronomia, Biologia, Ecologia, Geografia, Geologia, Engenharias, Oceanografia, Administração ou Economia, conforme requisitos previstos em edital.

A carga horária é de 30 horas semanais e a duração da bolsa é de 19 meses. Haverá formação de cadastro de reserva.

Para se inscrever, os interessados devem preencher ficha online e enviar os comprovantes exigidos no edital para o e-mail [email protected], até o dia 06 de fevereiro.

Serão três etapas distintas. As duas primeiras, de caráter classificatório e eliminatório, envolvem análise da documentação enviada no ato da inscrição, seguindo pontuação descrita no edital, e entrevista com a comissão do processo.

A terceira e última etapa é eliminatória, com a análise de documentação pela Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes), conforme critérios estabelecidos para a concessão das bolsas.

A previsão é de que as atividades tenham início no mês de março deste ano, podendo ser adiantado ou adiado a critério da Administração Pública. Acesse o edital completo com todas as informações.

Projeto Mudanças Climáticas

O Programa Capixaba de Mudanças Climáticas é uma iniciativa do Governo do Espírito Santo, que engloba os órgãos da administração estadual, por meio de projetos e iniciativas que se alinham com a temática.

O foco central é direcionado para a redução e a estabilização da concentração dos gases de efeito estufa na atmosfera, buscando não apenas mitigar o impacto, mas também estabelecer condições que possibilitem a adaptação às consequências derivadas das alterações climáticas.

O projeto de pesquisa Análise do Programa Capixaba de Mudanças Climáticas conta ainda com a parceria da Fapes e da Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Seama).

Leia também:

Cariacica abre inscrições para a Lei Paulo Gustavo

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe

Recentes

Leia Também

g