sábado, 25 de maio de 2024

Novas regras de cotas começam a valer para o Sisu a partir da próxima edição; confira

Nessa segunda-feira (13) o presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou as mudanças na Lei de Cotas e as atualizações na Lei já devem valer para a próxima edição do Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

Através de um sistema eletrônico, o Sisu reúne as vagas ofertadas por instituições públicas de ensino superior, a maioria em universidades e institutos federais, realizando a seleção dos estudantes com base na nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

De acordo com o Ministério da Educação, com as alterações na Lei de Cotas, todos os candidatos inscritos no Sisu serão classificados primeiramente para as vagas ofertadas na modalidade de ampla concorrência, independentemente de atenderem aos critérios exigidos para os cotistas. Só depois, serão observadas as reservas de vagas para cotas.

Anteriormente, o cotista concorria apenas às vagas destinadas às cotas, mesmo que ele tivesse pontuação suficiente na ampla concorrência. “Dessa forma, os esforços de todos aqueles que alcançam notas altas são valorizados, sem distinção”, diz o MEC, em nota.

Outra mudança na Lei de Cotas foi o valor definido como teto da renda familiar dos estudantes que ingressam por meio do perfil socioeconômico. O valor exigido antes, era de um salário mínimo e meio, em média, por pessoa da família. Com a mudança, esse valor passa a ser de um salário mínimo, atualmente em R$ 1.320.

Além das atualizações já mencionadas há agora a inclusão dos estudantes quilombolas como beneficiários das cotas, nos moldes do que atualmente já ocorre para pretos, pardos, indígenas e pessoas com deficiência (PcDs); além do estabelecimento de prioridade para os cotistas no recebimento do auxílio estudantil; e a extensão das políticas afirmativas para a pós-graduação.

Leia também: 

Prazo para solicitar reaplicação do Enem 2023 começa hoje (13)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe

Recentes

Leia Também

Concurso da Caixa: local de prova está disponível para os candidatos

Os candidatos do concurso Caixa Econômica Federal 2024 já...

Presidente da CIDH diz ver avanços no Caso Yanomami

A presidente da Corte Interamericana de Diretos Humanos (CIDH),...

Tarifas acessíveis pelo Programa Voa Brasil a partir de junho

O ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho,...
g