sábado, 18 de maio de 2024

2º Prêmio da Música Capixaba realiza premiação nesta terça-feira (26)

O 2º Prêmio da Música Capixaba vai anunciar os vencedores de cada uma das suas 24 categorias em uma cerimônia especial nesta terça-feira (26), às 19 horas, no Teatro Universitário, na Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), em Goiabeiras, Vitória. O evento terá transmissão ao vivo pelo canal do prêmio no YouTube.

A cerimônia celebra os artistas e profissionais da música capixaba, além das realizações do setor durante o ano de 2022. A premiação conta com categorias técnicas, destaques individuais e coletivos, além dos produtos musicais mais relevantes do último ano, como melhor Álbum, EP, Música, Composição, Arte Visual e Videoclipe. Outro destaque será o homenageado desta edição, o sambista Edson Papo Furado.

A premiação

O Prêmio da Música Capixaba realizou várias fases para o desenvolvimento da premiação. Desde as pré-indicações, levantamento de informações, curadoria, voto popular e voto de classe para a escolha dos vencedores desta edição. A cada etapa, o público capixaba pode perceber a quantidade, a diversidade e a qualidade da música produzida no estado de forma pulsante e contínua, sempre com novos nomes e novas estéticas musicais que refletem a identidade contemporânea do povo capixaba.

“Estes são os finalistas que superaram todas as etapas de construção do prêmio. O resultado reflete a nossa diversidade musical e nossa identidade como capixabas. Acima de tudo, o prêmio existe para celebrar e reconhecer os nossos valores, difundir a qualidade da nossa produção musical para o público capixaba e de todo o Brasil, além de promover o encontro da classe profissional de artistas do Espírito Santo”, destacou o realizador Daniel Morelo.

Homenagem a Edson Papo Furado

Nascido em Serra-Sede, no dia 25 de março de 1939, o sambista Edson Rodrigues Nascimento, também conhecido como “Edson Papo Furado”, é uma lenda viva do samba capixaba. Casado e pai de nove filhos, começou desde cedo a se envolver com a cultura em rodas de congo do município serrano. Ganhou grande destaque na cidade de Vitória quando desceu o morro e conquistou o asfalto como o primeiro intérprete da Unidos da Piedade.

Edson Papo Furado é um dos fundadores da tradicional escola de samba, no ano de 1955, da qual é considerado o intérprete de honra. Com seus passos lentos, senso de humor apurado e samba na alma, se constituiu no grande baluarte não somente na história da Piedade, mas do próprio samba do estado. Já compôs diversos sambas-enredo para a Unidos da Piedade e gravou nove álbuns, com composições próprias e clássicos do samba.

A trajetória do artista no samba o levou a fazer shows no Rio de Janeiro, em São Paulo, na Bahia e até em Portugal. “Papo Furado”, como também é conhecido, mora em Vitória desde 1945, quando conheceu o samba nos bares, ritmo que entrou de vez na vida dele.

O sambista já recebeu diversos destaques na trajetória artística. Foi destaque do documentário “Anjo Preto” (2007), de Gui Castor, que retrata a história e trajetória da Velha Guarda do Samba Capixaba. Em 2010, foi eleito Embaixador do Samba pelo projeto Samba com Gentileza, idealizado por Raimundo de Oliveira. Em 2011, foi feita uma homenagem ao artista por meio da criação do bloco Arrastando Papo.

No Carnaval de Vitória de 2015, foi homenageado pela Piedade, inclusive desfilando em um carro alegórico, nos 60 anos da agremiação, e, em 2018, Edson Papo Furado foi um dos homenageados na sessão solene realizada na Assembleia Legislativa do Espírito Santo (Ales), em alusão ao Dia Nacional do Samba, comemorado em 2 de dezembro.

Conheça as categorias e os finalistas do 2º Prêmio da Música Capixaba

** Finalistas eleitos pela votação popular

Produtos Musicais

  • Álbum

– Dudu – “2002” **
– Mukeka di Rato – “Boiada Suicida”
– Nogueira – “Avenida Saudade”
– Solveris – “Coisa Popular”

  • Arte Visual

– Anelis Assumpção – Álbum: “Sal”
Artista Visual: Kika Carvalho
– Bad Feels Club – EP: “Badland”
Artista Plástica: Amanda Miranda
– Dudu – Álbum: “2002”
Fotógrafa: Ellen Ribeiro; Direção de Arte: Victor Corrêa; Designer: Lucas Pazos **
– Novelo – Single: “A Festa”
Artista: Barbarete

  • Composição

– Akilla – “Carta pro Stephan”
– Eloá Puri – “Você não me conhece”
– Fabriccio – “Grajaú Girl”
– W.I. part. V.G – “Manifesto” **

  • EP

– Anastácia – “Anastácia (Remix)” **
– Coral Guarani Kuara’y Retxakã – “Originários do Agora, Música Ancestral Contemporânea”
– Lamart – “Administrando”
– Lisergia Tropical – “A Lisergia Tropical”

  • Música

– Ada Koffi – “Sabor”
– Akilla, Rod3030 e Biab – “Diamante Negro”
– Budah – “Quando eu te olhei” **
– Pedro de Alcântara e Bebê Kramer – “No mesmo barco”

  • Videoclipe

– Budah, Cesar MC e Bk’ – “Reis e Rainhas em Bel-Air” **
Direção: Sthefany Barros
– Dan Abranches feat. Gabriela Brown – “Nó”
Direção: Magu
– Rodrigo Novo – “Voltar o Dia”
Direção: Edu Donna
– Sambasoul – “De Repente”
Direção: Edu Donna

Destaques Artísticos:

  • Artista Solo ou Duo

– Afronta
– Budah **
– Cesar MC
– Fabriccio

  • DJ

– Karolla **
– Mr. Dedus
– Paolla B
– WC no Beat

  • Grupo ou Banda

– Aurora Gordon
– Bloco Afrokizomba **
– Casaca
– Chorou Bebel

  • Impacto Social

– Instituto Cultural das Montanhas
– Instituto Manguerê
– Instituto Serenata D’Favela **
– Instituto Todos os Cantos

  • Instrumentista

– Geremias Rocha
– Jacqueline Lima **
– JaySant’
– Joabe Reis

  • Intérprete

– Anderson Ventura
– André Prando **
– Bella Mattar
– Luiza Dutra

  • LGBTQIAPN+

– Afronta **
– DJ Úrsula Pussynail
– Roberta de Razão
– Ury

  • Linguagens Urbanas

– Budah **
– Cesar MC
– Conteúdo Paralelo
– Vk Mac

  • Produtor Musical

– Barol Beats e Felipe Gama – “Detonautas Roque Clube e Herança Negra – Não existe Salvador da Pátria”
– Daniel Silva – “Eloá Puri – Luare”
– Moyz – “Dudu – 2002”
– Tibery – “Budah – Quando eu te olhei” **

  • Revelação

– Ada Koffi **
– Beth MC
– Gastação Infinita
– Quarteto Zuri

  • Vozes Negras

– Afari
– Elaine Vieira **
– Eugênio Goulart
– Monique Rocha

Destaques Técnicos

  • Diretor de Palco

– Billy Marreiro
– Dhonas Cordeiro
– Negoleo
– Viturino **

  • Luthier

– Adriel Estevão Pagoto **
– Alexandre Barcelos
– Pablo e Ursula Moá
– Waldez

  • Produtora Executiva de Projetos Musicais

– Adalgisa Rosa **
– Dani Nogueira
– Naiara Abdalla
– Sandrinha Vasconcellos

  • Roadie

– Daniel Roadie **
– Felipe Caixote
– Jonatan Kunsch
– Luigi Alegro

  • Técnico de Luz

– Fábio Prieto
– Heitor Wyatt
– Julio Sunderhus
– Toninho dos Anjos **

  • Técnico de Som – Estúdio

– Felipe Artioli **
– Igor Comério
– Rodolfo Simor
– Xande Barcelos

  • Técnico de Som – Show

– Buia **
– Daniel Seraphim
– Markinho Brasil
– Ronald Igidio

2º Prêmio da Música Capixaba

  • Data: terça-feira (26)
  • Horário: às 19 horas
  • Local: Teatro Universitário, Ufes, Avenida Fernando Ferrari, 514, campus de Goiabeiras, Vitória
  • Transmissão: no canal do prêmio

Leia também:

Péricles retorna ao Espírito Santo com o Pagode do Pericão II

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe

Recentes

Leia Também

Oficinas gratuitas e festa marcam o aniversário de 9 anos da Sarau da Barão

Estão abertas as inscrições para as oficinas literárias que...

Projeto capixaba de videodança será lançado no YouTube

O projeto de videodança “Sonhava, eu, vivamente”, nesta sexta...
g