sábado, 18 de maio de 2024

“ArteSanto”: maior feira de artesanato do Espírito Santo começa nesta sexta-feira (22)

Artesanato é cultura, criatividade, personalidade, possibilidades e, muitas vezes, uma técnica que perpassa gerações. Visando impulsionar e valorizar esse segmento, a ArteSanto chega a sua 11° edição, entre esta sexta-feira (22) e o dia 1º de outubro, na Praça do Papa, em Vitória.

O evento é o maior da área de artesanato no Espírito Santo e promove a oportunidade de conhecimento das artes capixabas, além de ser uma atividade econômica no Estado e proporcionar o contato direto dos artesãos com o público. A entrada é gratuita.

A ArteSanto é o único evento capixaba de artesanato com duração de 10 dias, e são, em média, 5 mil metros quadrados para 600 empreendedores do artesanato capixaba e de outros estados, além de empreendedores da agroindústria, da economia solidária e Microempreendedor Individual (MEI).

De acordo com a organizadora, Sônia Iamonde, a Feira ArteSanto é uma vitrine para o artesanato capixaba e brasileiro. “Nós idealizamos este evento, há 11 anos, com a missão de visibilizar as artes produzidas aqui, no Espírito Santo, que são pouco divulgadas. Desde a panela de barro até outros artigos que são produzidos a várias mãos, e merecem destaque. Neste ano, estamos de cara nova em vários sentidos, a fim de surpreender o público e dar espaço a quem merece – o nosso artesanato e os artesãos que os produzem”, comenta.

Do barro ao crochê

Os trabalhos expostos e comercializados são fabricados a partir de várias tipologias, desde o barro, como também cerâmica, papel, ferro, aço, madeira, pedras e mosaicos, fios, tecidos, plásticos, fibras naturais, artigos do mar, e materiais recicláveis. Afinal, tudo pode se tornar arte na visão de um artesão. No entanto, a organização afirma que as peças, antes de serem selecionadas, passam por uma curadoria.

“Para que os artesãos possam participar de um evento como esse é preciso que eles se inscrevam, previamente, no edital de chamamento público aberto pela Aderes para que possam passar pela curadoria, é importante que os trabalhos escolhidos sejam de alta qualidade, por isso, prezamos por uma seleção detalhista e rigorosa”, explica o diretor-presidente da Agência de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas e do Empreendedor (Aderes), Alberto Farias Gavini Filho.

Empreendedorismo feminino

Cada vez mais mulheres conquistam o próprio espaço, e um deles é o mercado empreendedor. De acordo com estudo realizado pela Serasa Experian, para quantificar as empresas com lideranças femininas no Brasil, cerca de 43% dos negócios capixabas ativos em 2022 eram liderados por mulheres, e o Espírito Santo está em terceiro lugar no ranking nacional.

“Para nós é um prazer ser ponte para o crescimento do empreendedorismo feminino, pois hoje o artesanato é a renda principal de muitas famílias por meio das mulheres. Além disso, a arte também emancipa o público feminino em várias questões, como a financeira, e a ArteSanto é um dos eventos mais esperados por elas, pois é na Feira movimentada que elas têm a oportunidade de mostrar seus produtos e conquistar novos clientes. É importante citar que, além do artesanato, 30% do evento é reservado para negócios da agricultura familiar, MEI e alimentação”, afirma Alberto Gavini.

Leia também: 

Centro histórico de Vitória, uma história apagada por cabos e fios

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe

Recentes

Leia Também

g