sábado, 18 de maio de 2024

TCU propõe que Bolsonaro devolva joias no prazo de 15 dias

Técnicos do Tribunal de Contas da União (TCU) propõem que Jair Bolsonaro (PL) restitua, obrigatoriamente, em até 15 dias, joias e presentes incorporados irregularmente ao seu acervo pessoal nos últimos quatro anos. A análise dos técnicos, revelada por Bela Megale no jornal O Globo desta segunda-feira (04), diverge da argumentação dos advogados do ex-presidente da República.

A auditoria sugere que Bolsonaro entregue à Presidência da República todos os itens de seu acervo documental privado, bem como os presentes recebidos não registrados no Sistema InfoAP.

Contrariando a defesa do ex-presidente, a área técnica afirma que joias, armas e obras de arte não podem ser considerados itens pessoais, apontando a irregularidade como desvio de bens da União.

O parecer destaca a possibilidade de Bolsonaro ter cometido peculato ao apropriar-se dos itens.

Recomendação do TCU

Recomenda-se que as joias sob custódia da Caixa Econômica retornem a Bolsonaro, para que ele entregue diretamente as peças à Presidência da República, cabendo ao Planalto avaliar e oficialmente incorporar os itens ao acervo público.

Quanto às armas, os técnicos sugerem que a Polícia Federal entregue diretamente à Presidência a pistola e o fuzil recebidos nos Emirados Árabes Unidos.

Apesar das orientações, o parecer ainda não é definitivo e aguarda decisão dos ministros do TCU em julgamento, sem data definida.

*Informações do portal Metrópoles

Veja também:

Eleições 2024: veja como fazer a transferência do Título de Eleitor

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe

Recentes

Leia Também

Enem 2024: provas acontecerão em 3 e 10 de novembro

O cronograma do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem)...

Hoje é o prazo final para regularizar ou transferir título de eleitor

Hoje, quarta-feira (8), é o último dia para regularizar...

Lula assina acordo com Japão em agricultura e segurança cibernética

Brasil e Japão assinaram, nesta sexta-feira (3), três acordos...

Advogado Antônio Fabrício Gonçalves é indicado para vaga no TST

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidiu indicar...
g