sábado, 25 de maio de 2024

Novos casos de Covid-19 sobem 4% em 28 dias globalmente

Novos casos de Covid-19 em nível global aumentaram 4% em 28 dias até o dia 07 de janeiro. Os dados foram indicados pela mais recente atualização da Organização Mundial da Saúde (OMS) e revelam que a alta foi de 1,1 milhões de notificações na comparação com o período anterior.

A redução de óbitos foi de 26% em relação ao ciclo anterior com 8,7 mil casos fatais. A agência da ONU ressalta ainda que o total de casos confirmados em nível mundial ultrapassou 774 milhões e mais de 7 milhões de mortes em todo o mundo.

Também no período analisado, as internações por Covid-19 subiram 40% ao superar 173 mil. Já as admissões em unidades de cuidados intensivos por Covid-19 alcançaram 1,9 mil, após subir 13%.

OMS na Europa diz que pelo menos 1,4 milhões de vidas foram salvas na região graças à aplicação de vacinas seguras e eficazes
© OMS/Khaled Mostafa
A OMS na Europa diz que pelo menos 1,4 milhões de vidas foram salvas na região graças à aplicação de vacinas seguras e eficazes.

A nova variante JN.1 é a que mais circula estando presente em 71 países. Uma avaliação de risco global classificou a cepa como sendo de baixo risco para a saúde pública.

Na sequência está a variante BA.2.86, da mesma linhagem da JN.1, que se apresentou estável com 7,8% das sequências a mais na semana 52 em comparação com 7% na semana 48.

Vacinas salvaram 1,4 milhões de vidas na Europa

Um dos momentos marcantes da semana foi o anúncio do Escritório Regional da  OMS na Europa de que pelo menos 1,4 milhões de vidas foram salvas na região graças à aplicação de vacinas seguras e eficazes.

Sem o imunizante, o cumulativo de mortes poderia chegar perto de 4 milhões ou possivelmente ainda mais elevado.

O diretor regional da OMS para a Europa, Hans Kluge, destacou que a análise em 34 países também descobriu que mais de 90% das vidas salvas eram de pessoas com mais de 60 anos.

As vacinas contra a Covid-19 reduziram a mortalidade em 57% na região europeia desde dezembro de 2020, quando a distribuição da vacina começou, e ainda em março de 2023. As primeiras doses de reforço salvaram cerca de 700 mil vidas.

*Com informações da Onu News

Leia também:

Brasil registra nova subvariante da covid-19, uma variação da Ômicron

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe

Recentes

Leia Também

g